Suporte para Jardim Vertical – O que é? Veja qual o melhor!

Um suporte para jardim vertical pode ajudar e muito na decoração interna da sua casa, assim como também pode complementar a decoração externa da mesma, desde que se trate de algo bem feito.

A harmonia dessas plantas colocadas em uma disposição vertical chama muito a atenção de quem visita sua casa, afinal, a beleza das mesmas é encantadora. Mas, como fazer um jardim desses e qual a importância de um bom suporte para jardim vertical nesse contexto? Leia com a gente e descubra, vamos lá!

Jardim vertical: a técnica

Jardins verticais são composições harmoniosas de plantas, essas que são organizadas em um suporte para jardim vertical, na grande maioria das vezes feitos de PVC ou feltro “inseridos” em uma gaiola de metal.

Essa estrutura é fixada nas paredes de fora de casa (jardins verticais externos) ou nas paredes de dentro de casa (jardins verticais internos), mas também pode ser apoiada por estruturas especiais, como paletes antigos que servem como um belo suporte para jardim vertical rústico.

foto do melhor suporte de jardim vertical
imagem https://br.pinterest.com/pin/30680841197599233/

O método de cultivo hidropônico permite um abastecimento constante de água de chuva e fertilizantes, através de sistemas de gotejamento colocados na parte superior da parede e não há necessidade de solo.

Mas vamos dar uma olhada mais de perto no que realmente é. Existem vários tipos de “paredes verdes”, todas facilmente adaptáveis a qualquer superfície arquitetônica e modulares de acordo com as necessidades específicas do ambiente.

Os suportes para jardim vertical

As paredes verdes podem ser construídas sobre grandes painéis ou módulos montáveis, que se integram bem com as características da parede e garantem a funcionalidade das portas e janelas.

A engenharia de plantas moderna específica para a construção de jardins verticais encontra maior aplicação em dois tipos de suportes:

  • A fachada ventilada, ideal para cobrir as paredes externas de grandes edifícios;
  • As paredes insonorizantes, concebidas exclusivamente para garantir o isolamento acústico e embelezar as zonas urbanas nas proximidades de aeroportos, estradas, etc;
  • Paredes simples de paletes, modelos mais simples para quem busca montar um suporte para jardim vertical dentro de suas casas.

Os painéis constituem na prática o substrato inorgânico cuja vegetação é recoberta e permite crescer explorando a técnica do cultivo hidropônico, ou seja, sem o uso de solo.

Os painéis são equipados com microssistemas de irrigação e fertilização totalmente automatizados, tornando a manutenção pouco exigente. Eles também são geralmente colocados a alguns centímetros da parede a ser coberta para permitir a circulação de ar e evitar a estagnação da umidade.

Suporte para jardim vertical de palete

Mas, o que é exatamente esse suporte para jardim vertical de palete que mencionamos anteriormente? Na realidade, esse é o melhor tipo de suporte para jardim vertical no caso de quem busca algo mais simples e caseiro.

E por quê? Porque o palete confere uma sensação rústica maior, deixando todo o ambiente mais aconchegante.

Existe também o fato de que criar um suporte autossustentável como aqueles que mencionamos anteriormente, não é visto com bons olhos financeiramente falando quando se trata de algo pessoal, ou seja, para sua casa.

Você iria gastar muito na implementação de tais sistemas, sem necessidade, já que os paletes podem ajudar bastante nesse processo de inserção de um jardim vertical na sua residência.

Como funciona?

E como funciona um suporte como esses? Na realidade, é bem mais simples do que você imagina. Basta você fixar alguns vasinhos de plantas em um pedaço de palete relativamente grande.

O tamanho do jardim será definido do acordo com esse painel específico. Logo após, o trabalho é o de cultivo comum, colocando a areia necessária para a criação das plantas, ou comprar as mudas já grandes e ir alimentando as mesmas com aquilo que necessitam.

Ao contrário do exemplo das autossustentáveis, você terá que regá-las manualmente para garantir a sua sobrevivência, buscando deixar o painel em um local que pegue uma boa iluminação solar, ou então fazer o seu painel em uma parte interna da casa, mas com plantas que não necessitam de tanta luz solar assim.

Por fim, seu suporte para jardim vertical será vivo o suficiente para chamar a atenção de qualquer pessoa que visitar a sua casa, com o detalhe de que terá sido criado por você do início ao fim.

Por que criar um jardim vertical? Prós e contras!

A suavidade e o efeito calmante de uma parede coberta de vegetação são inegáveis e por si só já bastariam para justificar a sua presença. Mas, como se sabe, os efeitos benéficos das plantas não param por aí.

Ao reter CO2 e gerar oxigênio em sua casa, eles melhoram significativamente a qualidade do ar dentro e fora do ambiente onde você mora. Eles atuam como verdadeiros purificadores, tornando o meio ambiente mais saudável.

foto de lindos suportes para jardim vertical
foto https://br.pinterest.com/pin/30680841196172440/

Por isso, podem ser particularmente úteis para quem vive nas cidades, para quem trabalha em escritórios lotados ou para quem respira ar poluído por agentes químicos, biológicos ou físicos.

Dentre estes últimos, podemos citar os ruídos, que também são evitados pela presença de plantas, essas que contribuem para o isolamento acústico, garantindo um ambiente mais silencioso, seja no trabalho ou em casa.

Além disso, um suporte para jardim vertical colocado no local certo favorece o isolamento térmico de sua casa, reduzindo a flutuação das temperaturas. Isso significa que menos energia é usada para aquecer ou resfriar os ambientes, dependendo da estação, e, consequentemente, menos desperdício de dinheiro.

O verde também protege dos raios ultravioletas, evitando o superaquecimento das paredes durante o verão, e protege esta das fortes chuvas. Por fim, reduz a temperatura nas proximidades graças à transpiração das plantas, que libera vapor para o ar.

Existem duas desvantagens, ambas ligadas à complexidade da estrutura do jardim. A proximidade das espécies, que torna a cobertura uniforme e exuberante, faz com que elas compitam por cada centímetro e cada raio de sol, tendendo a se sobreporem.

Por isso, requerem manutenção constante, principalmente ao nível da poda, caso se pretenda evitar um aspecto desarrumado.

Segue-se a segunda desvantagem, nomeadamente o custo elevado, devido a vários fatores. Desde a necessidade de manutenção, se contar com especialistas, até a compra de fertilizantes específicos até o gasto energético do sistema de irrigação e de qualquer sistema de iluminação.

Novamente, estamos falando de modelos grandes. Caso você seguir a nossa dica de suporte para jardim vertical, onde as plantas ocupam um lugar separado e distante entre si, tudo fica mais fácil. Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *